domingo, 21 de dezembro de 2014

POD CAST "VITÓRIA EM CRISTO"

ESTE POD CAST FOI GRAVADO NA IGREJA DE SANTO EXPEDITO, POTIM, SP.
PARTICIPARAM VÁRIAS PESSOAS QUE ESTAVAM NO GRUPO DE ORAÇÃO.
OUÇA E DÊ A SUA CONTRIBUIÇÃO.
DEUS TE ABENÇOE!



domingo, 9 de novembro de 2014

sexta-feira, 31 de outubro de 2014

TERÇO EM SUA CASA - TESTEMUNHO

NO ÚLTIMO DIA 21 DE OUTUBRO DE 2014, O GRUPO DE ORAÇÃO "EIS ME AQUI", ESTEVE REZANDO O SANTO TERÇO NA CASA DA FAMÍLIA DA SRA. SHEILA. FOI UMA BÊNÇÃO.
E NA ÚLTIMA REUNIÃO DO G.O. "EIS ME AQUI", A NOSSA IRMÃ, ENVIOU O SEU TESTEMUNHO. NELE DIZIA QUE APÓS ELA TER ASSISTIDO UM VÍDEO NA INTERNET DO ASSASSINATO DO PREFEITO DA CIDADE ELA FICOU MUITO IMPRESSIONADA E COM MEDO, E SEMPRE QUE CHEGAVA À NOITE ELA VIA GENTE E SOMBRAS DE PESSOAS NA PORTA DE SUA CASA. ELA NÃO TINHA MAIS UMA VIDA NORMAL. TAMBÉM, POUCO TEMPO DEPOIS, HOUVE UM OUTRO ASSASSINADO NA CIDADE, ONDE O MARIDO MATOU A ESPOSA E EM SEGUIDA SE MATOU. TUDO ISSO, APRISIONAVA A IRMÃ. ATÉ QUE ELA, FOI A UMA REUNIÃO DO NOSSO GRUPO DE ORAÇÃO, RECEBEU UMA ORAÇÃO E O GRUPO FOI EM SUA CASA PARA REZAR UM TERÇO. SEGUNDO, SHEILA, ELA É OUTRA PESSOA, NÃO VÊ MAIS VULTOS E A PAZ RETORNOU À SUA VIDA. GLÓRIA A DEUS! 
É ISSO QUE DEUS FAZ EM NÓS. AMÉM!


quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Renunciar para ser feliz.

Este Podcast tem como objetivo levar um pouco da nossa experiência com Jesus.
Ouça e faça o seu comentário.
Deus o (a) abençoe!!!
Equipe "Eis me Aqui".

quarta-feira, 30 de julho de 2014

Podcast Eis me Aqui

Este podcast tem a finalidade de ser um canal da graça de Deus em sua vida. Ouça-o e faça o seu comentário.

Que Deus o abençoe!!!!



Podcast Eis me Aqui.

Este podcast tem a finalidade de ser um canal da graça de Deus em sua vida. Ouça-o e faça o seu comentário.
Que Deus o abençoe!!!!

segunda-feira, 30 de junho de 2014

REVIGORADOS PELO PODER DE DEUS

PREGAÇÃO DO LÁZARO PRAXEDES, NO 23º ANIVERSÁRIO DO GRUPO DE ORAÇÃO "EIS ME AQUI".
FOI MUITA BENÇÃO, UNÇÃO E FOGO DO ESPÍRITO SANTO!



domingo, 29 de junho de 2014

23º ANIVERSÁRIO DO GRUPO DE ORAÇÃO "EIS ME AQUI"

NÓS DO GRUPO DE ORAÇÃO "EIS ME AQUI", COMPLETAMOS NO ÚLTIMO DIA 28 DE JUNHO DE 2014, 23 ANOS DE LOUVOR, ADORAÇÃO E DE EFUSÃO ESPIRITUAL, VIVENDO A CULTURA DE PENTECOSTES.
ESTIVERAM PRESENTE TODO O POVO DE DEUS, O MINISTÉRIO DE MÚSICA "GERAÇÃO 7.7" E O PREGADOR LÁZARO PRAXEDES.
VEJA UM PEDACINHO DO MOMENTO DE ORAÇÃO.
FIQUEM COM DEUS E SE SINTA CONVIDADO A PARTICIPAR CONOSCO. AOS SÁBADOS, A PARTIR DAS 19:30h, NA IGREJA DE SANTO EXPEDITO, POTIM/SP.



quarta-feira, 11 de junho de 2014

JUNHO: MÊS DE ANIVERSÁRIO DO Grupo de Oração "EIS ME AQUI"

AMADOS IRMÃOS E IRMÃS, NÓS DO GRUPO DE ORAÇÃO "EIS ME AQUI", NESTE MÊS DE JUNHO ESTAREMOS COMPLETANDO 23 ANOS DE MUITO LOUVOR, ORAÇÃO, ADORAÇÃO E DE UM INTENSO PENTECOSTES!!!!
ENTÃO, VENHA COMEMORAR CONOSCO!!!!

segunda-feira, 9 de junho de 2014

TERÇO DA DIVINA PROVIDÊNCIA

NA HORA DA NECESSIDADE, PEÇAMOS A MARIA A MÃE DA DIVINA PROVIDÊNCIA, A SUA INTERCESSÃO. 


TERÇO DA DIVINA PROVIDÊNCIA

NO INÍCIO: CREIO.

NAS CONTAS GRANDES: "MÃE DA DIVINA PROVIDÊNCIA: PROVIDENCIAI!"

NAS CONTAS PEQUENAS: "DEUS PROVÊ, DEUS PROVERÁ, SUA MISERICÓRDIA NÃO FALTARÁ!"

ORAÇÃO FINAL: "VINDE, MARIA, CHEGOU O MOMENTO. VALEI-NOS AGORA E EM TODO MOMENTO. MÃE DA PROVIDÊNCIA, PRESTAI-NOS AUXÍLIO NO SOFRIMENTO DA TERRA E NO EXÍLIO. MOSTRAI QUE SOIS MÃE DE AMOR E DE BONDADE, AGORA QUE É GRANDE A NECESSIDADE. AMÉM."


domingo, 25 de maio de 2014

PREGAÇÃO: DOGMAS SOBRE MARIA- ASSUNÇÃO.

NO ÚLTIMO DIA 23 DE MAIO DE 2014, O NOSSO IRMÃO, JOÃO DO MINISTÉRIO DE MÚSICA, PREGOU PARA NÓS NO GRUPO DE ORAÇÃO SOBRE O DOGMA DA ASSUNÇÃO DE MARIA.
COM MUITA ELOQUÊNCIA, NOSSO IRMÃO DISSE: "PARA RECONHECER QUE MARIA FOI ASSUNTA AO CÉU, TENHO QUE SER MAIS ÍNTIMO DE JESUS". TAMBÉM USOU A FRASE DA MÚSICA DE PADRE ZEZINHO: "NÓS NÃO ADORAMOS MARIA, 'MAS DEPOIS DE JESUS NÃO TEVE NINGUÉM MAIOR QUE MARIA'".
DEPOIS DA PREGAÇÃO PERGUNTAMOS AO JOÃO QUAL ERA O SEU OBJETIVO NA SUA PREGAÇÃO. OUÇAMOS O QUE DISSE O NOSSO IRMÃO.


video

terça-feira, 20 de maio de 2014

Sexo casual: um veneno para a alma

Com base em pesquisas de universidades americanas, arcebispo de La Plata, Dom Héctor Aguer, denuncia os riscos do sexo casual.


A Igreja Católica é frequentemente acusada de ser machista e castradora devido à sua posição firme em assuntos sexuais. Para os detratores da fé, a realidade do mundo moderno não comporta mais o radicalismo cristão, por isso, a pregação sobre a castidade não seria somente antiquada, mas inoportuna. Percebe-se, assim, um aumento progressivo no estímulo à sexualidade precoce, que já não poupa nem adolescentes, nem crianças.
Sucede que as consequências desse tipo de mentalidade têm sido catastróficas. Não obstante o lobby da mídia e de empresas de marketing em cima de imagens pornográficas, os frutos do erotismo hodierno falam por si. Conforme denunciou o arcebispo de La Plata, Argentina, Dom Héctor Aguer, o sexo casual é uma fonte de estresse, sentimento de culpa, arrependimento e tristeza. As declarações foram feitas durante seu programa televisivo semanal, "Chaves para um mundo melhor", e têm por base vários estudos de universidades americanas.
Uma pesquisa da Universidade do Estado da Califórnia, por exemplo, indica que jovens adultos adeptos do sexo casual estão mais propensos a sofrer de depressão e/ou ansiedade. O estudo "Negócio perigoso: há alguma associação entre sexo casual e saúde mental para jovens adultos?", publicado nas revistas "British Medical Journal" e "Journal of Sex Research", ainda aponta que as consequências de tal comportamento são mais prejudiciais às mulheres. De acordo com a co-autora da pesquisa, Melina Bersamin, pessoas deprimidas e com baixa autoestima tendem a se envolver mais em relacionamentos frívolos e pouco duradouros.
"Desgraçadamente - lamentou Dom Aguer - parece que esta conduta é frequente entre os jovens em todo mundo". E isso se verifica na qualidade das músicas, filmes e programas televisivos que são regularmente oferecidos a esse público. "Então, aqui - ratificou o arcebispo de La Plata - a conclusão é que temos que voltar a considerar as virtudes humanas e cristãs e, entre elas, no lugar que corresponde, também a virtude da castidade que faz com que as forças que Deus pôs no homem e na mulher estejam orientadas àquilo para o qual o pensou o Criador: o casal estável, consagrado no matrimônio, que é um bem social e o âmbito adequado para a comunicação da vida humana".
O homem está naturalmente ordenado para a comunhão, seja na vocação ao matrimônio, seja no celibato. Com efeito, o casal de namorados que se prontifica a ter relacionamentos abertos e fora do casamento tem apenas uma única certeza: que tanto um quanto o outro tem uma facilidade imensa para relacionar-se fora do matrimônio. É a dolorosa certeza da traição, não do amor. Por conseguinte, quando a única certeza é a da traição, não é difícil de imaginar o porquê da promiscuidade estar associada a doenças mentais como a depressão.
A mídia que exalta a sexualidade liberal e a incentiva de maneira leviana é a principal promotora do sofrimento desses jovens. Neste sentido, vale a pena recordar as sábias palavras de Bento XVI, na sua homilia da Missa de canonização de Frei Galvão: "É preciso dizer não àqueles meios de comunicação social que ridicularizam a santidade do matrimônio e a virgindade antes do casamento". No atual contexto em que se vive, "o mundo precisa de vidas limpas, de almas claras, de inteligências simples que rejeitem ser consideradas criaturas objeto de prazer". Desse modo, as fortes palavras que aparecem na Cédula de consagração de Frei Galvão - tirai-me antes a vida que ofender o vosso bendito Filho, meu Senhor - "deveriam fazer parte da vida normal de cada cristão, seja ele consagrado ou não, e que despertam desejos de fidelidade a Deus dentro ou fora do matrimônio".
Ora, a vocação do ser humano ultrapassa as fronteiras da sexualidade barata e oportunista que o modernismo oferece. Assim, recordando o belo sermão de São Leão Magno, "reconheça, cristão, a tua dignidade e, tornando-se partícipe da natureza divina, não pretendas voltar a cair na condição desprezível de outrora com um comportamento indigno. Recorde-te de quem é a tua Cabeça e de qual Corpo és membro. Recorde-te de que, arrancado ao poder das trevas, foste transferido para a luz e para o Reino de Deus" (Sermão I sobre o Natal, 3, 2: CCL 138, 88).
Fonte: https://padrepauloricardo.org/blog/sexo-casual-um-veneno-para-a-alma#at_pco=smlwn-1.0&at_si=537ba9d87d3c707c&at_ab=per-3&at_pos=0&at_tot=1

domingo, 30 de março de 2014

PROJETO "AMIGOS DE DEUS" - JEJUM

IRMÃOS, AQUI ESTÁ MAIS UMA PRÁTICA ESPIRITUAL DO PROJETO "AMIGOS DE DEUS", O JEJUM.
É MUITO IMPORTANTE QUE NÓS FAÇAMOS O USO DESTA PRÁTICA ESPIRITUAL. OUÇA E TIRE AS SUAS CONCLUSÕES.






terça-feira, 18 de março de 2014

Lectio Divina

Irmãos infelizmente a pregação do Fabrício não foi editada. Mas está aí os passos para fazer a Lectio Divina. Bom estudo!!!

domingo, 9 de março de 2014

PROJETO AMIGOS DE DEUS - ROSÁRIO

O GRUPO DE ORAÇÃO "EIS ME AQUI", NESTA QUARESMA ESTÁ FAZENDO O PROJETO AMIGOS DE DEUS. ESTE PROJETO QUER NOS LEVAR A SERMOS ÍNTIMOS DE DEUS.
ENTÃO, VENHA PARTICIPAR CONOSCO.
AGORA CONFIRA A PRIMEIRA PREGAÇÃO DO REGINALDO SOBRE O "ROSÁRIO".



quinta-feira, 6 de março de 2014

QUARESMA: TEMPO DE VIVER O PROJETO AMIGOS DE DEUS.




MEUS IRMÃOS E MINHAS IRMÃS.

NESTA QUARESMA IREMOS VIVENCIAR O "PROJETO AMIGOS DE DEUS".
ESTE PROJETO VISA NOS DEIXAR AOS BRAÇOS DO SENHOR. VISA LEVAR-NOS A TERMOS UMA EXPERIÊNCIA DE INTIMIDADE COM O NOSSO SENHOR ATRAVÉS DAS PRÁTICAS ESPIRITUAIS: TERÇO, JEJUM, ORAÇÃO PESSOAL, EUCARISTIA, CONFISSÃO, LECTIO DIVINA (LEITURA ORANTE DA PALAVRA) E ADORAÇÃO.
VENHA PARTICIPAR DO GRUPO DE ORAÇÃO "EIS ME AQUI", E, CONHECER UM POUCO DESTE PROJETO DE REVOLUÇÃO ESPIRITUAL.
TE ESPERAMOS!
TODOS OS SÁBADOS DA QUARESMA, A PARTIR DAS 19:30h, NA IGREJA DE SANTO EXPEDITO, POTIM/SP.

sábado, 1 de fevereiro de 2014

CURA ENTRE GERAÇÕES

Cura entre Gerações



A ideia de “cura entre gerações” não é, em si própria, incompatível com o ensinamento da Igreja Católica. Na realidade, a doutrina do pecado original pressupõe que os efeitos do pecado são passados de geração para geração (ver o Catecismo, 402-4-6). Tanto a psicologia como a experiência pastoral confirmam o fato evidente de que muitas vezes as faltas, fraquezas e pecados de uma geração – tais como alcoolismo, abuso físico ou sexual, distanciamento emocional, irresponsabilidade, etc – podem deixar sua marca na família, durando, algumas vezes, por várias gerações. Um pai pode praticar abuso ou ser emocionalmente ausente, em parte, por exemplo, por causa de seus pais, os quais, por sua vez, enfrentaram problemas que tiveram impacto sobre eles. Faz sentido, portanto, que uma pessoa passando por um processo de cura possa ser grandemente ajudada pelo reconhecimento desses padrões ligados às gerações e por orações, pedindo ao Senhor, especificamente, que rompa o ciclo não saudável e cura as feridas causadas pelo mesmo.
Entretanto, é também possível ver como esta forma de ministério de oração por cura pode degenerar em práticas anormais manchadas por superstições ou por erros teológicos. Por exemplo, um ministério de oração pode afirmar ter um discernimento detalhado sobre supostas maldições ou outras influências do ocultismo acontecidas há muitas gerações atrás, as quais devem ser removidas por tipos específicos de oração. Rezar pela cura, com base em tais especulações, seria entrar no reino do Gnosticismo, no qual a salvação depende do conhecimento ao qual a pessoa tem acesso.  Este é o motivo pelo qual faz-se necessário um discernimento cuidadoso e prudente, assim como todos os fenômenos na vida espiritual. “Examinai tudo: abraçai o que é bom” (I Ts 5, 21). Seria desastroso se uma condenação massiva da oração de cura pela linha de família impedisse as pessoas de um reconhecimento legítimo do impacto da linha de família tanto nas feridas emocionais como na cura. Tal resposta desajuizada pode também ter o efeito de empurrar algumas pessoas para grupos não Católicos onde este tipo de prática é aceito.
Parece-me que uma boa supervisão pastoral desta prática deve incluir pelo menos três elementos:
1. Afirmação do que é válido na prática da oração de cura pela linha de família. A premissa básica, reconhecida na teologia Católica, é que, devido à unidade da família humana, Deus permite que as consequências do pecado deixem sequelas nas gerações subseqüentes. O Livro de Números 14, 18, e versículos similares (Ex 20, 5; 34, 7; e Dt 5, 9) devem ser interpretados à luz deste fato básico da experiência humana. Isto não significa que os filhos são culpados pelos pecados de seus pais (ver Ez 18; Jo 9, 2-3) e nem de que uma pessoa não possa ser salva se não houver uma cura em sua linha de família. Simplesmente, significa que as pessoas sofrem as consequências dos pecados de seus pais e que, através da oração e da fé na obra redentora de Cristo, elas podem ser libertas de tais consequências de acordo com a vontade de Deus. Elas também podem ser ajudadas a perdoar seus pais ou avós de qualquer coisa que as tenha prejudicado.
2. Uma exposição clara de tudo o que é inválido, errado, ou exagerado em tais práticas. Isto inclui:
- Qualquer sugestão de que as pessoas, de alguma forma, suportam a culpa dos pecados de seus ancestrais ou de que podem ser punidas por causa deles;
- Qualquer negação de livro arbítrio, ou da responsabilidade da pessoa por suas próprias ações;
- Quaisquer afirmações exageradas a respeito de conhecimento profético de gerações anteriores e de sua influência sobre uma pessoa;
- Quaisquer práticas ocultas (ex: conversar com demônios ou com ancestrais);
- Qualquer abuso da Missa ou dos sacramentos que as subordinam a outro propósito (ex: alcançar boa sorte) e não respeita sua finalidade própria que é a de nos aproximar de Jesus Cristo e levar-nos à vida eterna.
3. Diretrizes para praticar este tipo de ministério de oração de forma teologicamente correta e prudente. Como todas as formas de ministério de oração, as pessoas devem rezar com humildade, cuidado, bom discernimento e bom senso. O ministério de oração não deve nunca presumir ter uma palavra de conhecimento ou um discernimento profético infalível; ele/ela deve expressar, com cuidado, qualquer sentido de profecia relacionado à história da família da pessoa recebendo a oração e perguntar-lhe se a pessoa pode confirmar. Seria prudente limitar a oração a somente aquelas influências de gerações passadas que podem ser confirmadas pela memória ou história da família. Seria também melhor fazer a oração da forma mais simples possível, confiando que o Senhor curará conforme Sua vontade e não na habilidade ou técnica do ministério de oração.

Fonte: Fonte: Boletim do ICCRS (International Catholic Charismatic Renewal Services), Volume XXXV, número 4, de julho/setembro de 2009.

ORAÇÃO POR CURA DAS GERAÇÕES.
“Ponho sobre meus familiares o selo do Nome de Jesus. A marca de Jesus está também sobre minha saúde, minha família, meu trabalho e todas as pessoas por quem agora rezo, sobre seus lugares, posses, fontes e suprimentos. Tudo está marcado e selado pelo Sangue do Senhor Jesus Cristo.


No Nome do Senhor Jesus Cristo, proíbo quaisquer círculos de feiticeiros(as), grupos ou emissários satânicos e seus associados, subordinados ou superiores de prejudicarem ou tirarem vingança de nós. Proíbo, no Poder do Nome do Senhor Jesus Cristo toda ação que possa prejudicar ou tirar vingança de minha família, de todos aqueles que são envolvidos conosco, ou causar mal ou dano a qualquer coisa que tenhamos.


No Nome do Senhor Jesus Cristo e pelos merecimentos de Seu Preciosíssimo Sangue, quebro e dissolvo toda e qualquer maldição. Toda contaminação, toda possessão diabólica, toda obsessão diabólica, todo espírito de enfermidade, todo espírito de destruição, todo espírito de prostituição, todo desvio sexual. Eu os repreendo, Jesus, e pelo poder do Teu Nome, eu quebro: toda a inveja, ciúme, medos, fobias, ansiedades, neuroses, angústias, depressão. Todo espírito de pessimismo, negativismo, vaidade e dores. Cubro tudo com o Teu Preciosíssimo Sangue, Jesus.


Todo malefício, todo selo maligno, encantamento, feitiço, laço, tentação, armadilha, instrumento maléfico, mentira, pedra de tropeço, obstáculo, ilusão, engano, diversão diabólica ou distração, toda corrente espiritual, influência espiritual. Também qualquer doença do corpo, alma, mente e espírito lançada sobre mim e meus familiares.


A partir de agora, a Cruz de Jesus Cristo está colocada entre nós. Seu poder se estende sobre mim e sobre todas as gerações da minha árvore genealógica.
Declaro, no Nome do Senhor Jesus, que não mais haverá direta comunicação entre as gerações. Toda a comunicação será filtrada, neste momento, pelo Preciosíssimo Sangue do Senhor Jesus Cristo. Recebo a Vossa Verdade a respeito da cura entre as gerações”


Concluir com um Creio, um Pai Nosso, uma Ave Maria e um Glória